quarta-feira, 26 de abril de 2017

É possível um beta ser feliz sendo solteiro?


Boa tarde, betas diabísticos! Ao contrário do que vinha acontecendo comigo, estou feliz hoje e estive no fim de semana também, não precisando ficar alcoolizado para esquecer os meus problemas de beta fracassado. Comecei este post na terça de noite ouvindo um bom metal e tomando uma cerveja IPA, lendo os comentários do blog e refletindo sobre outras coisas. Os astros se alinharam e teve muita energia positiva no cosmos, fazendo com que minha semana fosse muito agradável. Os filhos da puta falarão que eu estou felizinho porque ganhei carinhos no gigante diabólico (é claro que estou brincando) e me chamarão de mangina. Antes de cagarem essa bosta nojenta pela boca, leiam o post completo, seus imundos! Estou mais feliz porque as coisas estão dando certo no trabalho, na minha vida, estou mais calmo e vejo que estou no caminho certo. 

Sobre a Mandy, ela está no meu pé e dá pra ver que realmente quer um relacionamento comigo. Estou esperto com ela, pois dá para perceber que ela está com medo de ficar para trás, sem um homem para a manter e com certeza chamou a atenção dela eu ter uma vida estabilizada. Uma das coisas que me deu raiva foi que no domingo fomos comer em uma hamburgueria e na hora de pagar a conta ela simplesmente virou de costas e ficou mexendo no celular, nem aí para a situação, como se fosse meu dever pagar a conta. Depois disso, fomos ao shopping e ela parava em todas as lojas possíveis de roupas, joias, sapatos e bolsas, sempre naquelas lojas caríssimas, sendo que ela não tem dinheiro para comprar nada daquilo. Ela deve pensar que eu vou me compadecer e comprar algo ou talvez tentar a surpreender para ganhar um sorriso, um beijo e um possível sexo (sim, elas pensam assim, pois estão acostumadas com inúmeros manginas as paparicando).

Depois de certo tempo andando de mãos dadas com ela no shopping, começou um sentimento ruim invadir minha mente. Eu olhava várias gatinhas e ninfetas gostosinhas de mãos dadas com alfinhas, enquanto eu andava com aquele trabuco feio comigo. Comparava-a com as outras mulheres e batia uma tristeza. É incrível como você se sente um fracassado quando anda com mulher feia e vê homens com mulheres lindas, principalmente se o cara for feioso igual a você. Dá muita raiva isso, uma puta inveja do cara e, involuntariamente, você o olha com respeito. Andar com mulher bonita e novinha para a nossa sociedade significa status e alfismo. Logicamente que tudo tem seu preço: quanto mais linda e mais gostosa mais cara ela custará e mais interesseira será. O preço delas aumentará exponencialmente dependendo de quão beta e velho você é. A primeira lição aqui é que mulher não falta nesse mundo e sempre existirão mulheres mais gostosas que a sua, porém cada uma tem o seu preço. 

Se eu já me sinto mal andando com a Mandy, imagine como o Junior Cigano se sentia quando andava em público com sua ex. Só para constar, a Mandy é mais feia que ela.

Já pensaram se eu assumir namoro quem vai bancar os luxos dela? Obviamente que este fracassado com sérios problemas psicológicos e semi alcoólatra chamado Pobre-diabo. Deu para perceber que o custo dela não é baixo não, embora ela seja feia e tenha uma barriguinha saliente. Sabem o que é o pior de tudo? Quando entramos no carro ela falou que estava com fome ainda. Na hora imaginei aquelas tiazonas gorduchas que quando andam têm todas as banhas do corpo tremendo e ao lado estão betas magrelos. Não, não é isso que quero para a minha vida. Como eu estava com muito tesão e queria transar com ela depois, acabei dando uma manginada e levei ela em um barzinho. Pedi duas porções umas cervejas. Conversamos um pouco (mais ela falava e sempre aqueles assuntos chatos de mulher), paguei a conta (novamente ela agiu como se fosse minha obrigação) e fomos para o carro.

Já agarrei ela e comecei a passar a mão em suas tetas, a fim de fazer jus ao meu gasto de tempo e dinheiro. A desgraçada ficou tirando minha mão de suas partes íntimas e disse: “hoje não vai rolar nada, tá?”. Na hora uma raiva demoníaca se apossou do meu corpo e todo aquele tesão que eu estava se esvaiu. A filha da puta esperou eu agir como um retardado o dia todo, gastando minhas energias, meu tempo e meu dinheiro para no final da noite falar isso? Ela sequer encostou o dedo no meu pau diabístico. Isso só fez corroborar mais uma vez que todas elas são iguais, só querem se divertir, ganhar atenção, conforto, dinheiro, presentes e se exibir, fazendo sempre o mínimo possível ou nada para você (se você for um beta zoado elas irão te explorar ainda mais). Essa é a segunda lição que fica. 

Faz sentido ter uma mulher do lado nos dias atuais? Você gasta todas as suas energias e dinheiro para ganhar sempre o mínimo possível ou até nada, ainda mais se você for um beta B como eu! Não é à toa que a maioria dos casamentos não dá mais certo hoje em dia, pois elas têm toda a liberdade do mundo, usam e abusam do beta, e depois os descartam para conseguir coisa melhor, sugando tudo o que têm. O foda disso tudo é que mesmo os betas casadinhos só se fodendo, ainda entram em depressão fudida quando se separam, implorando para voltar com suas esposinhas gordas e muitos até se suicidando por causa disso. A terceira lição é que elas sempre irão querer tudo de melhor que você possa oferecer, arrancando tudo o que você tem em uma separação. 


Betas imundos, de uma vez por todas, parem de se iludir com novinhas, gostosas e loiras, completamente rosadinhas, eles definitivamente não foram feitas para caras de pouca barganha como vocês. Elas odeiam e têm nojo de feiosos, gordos, velhos e pobres! A única coisa que anula estes defeitos é o dinheiro, porém, ele só compra a companhia delas, nunca o coração e muito pouco o seu corpo, pois elas têm nojo e pavor de transar com esse tipo de cara, fazendo isso só quando querem os conquistar, para ganhar presente e viagens caras e caso seja extremamente necessário para manter o relacionamento. Estas mulheres são as piores em questão de interesse, falsidade, egoísmo e crueldade, porém não é algo só delas, estando intrínseco isto na natureza feminina, porém em menos graus nas feias e gordas por elas terem menos barganha e não poderem exigir tanto como as outras.

A própria Mandy que é feia igual a um cuzinho feminino cagando, tem umas perninhas finas e uma bunda que não chama a atenção já dá para ver que depois de namorando soltaria as garras e como uma sanguessuga destruiria as finanças, a masculinidade e a paz deste pobre-diabo, imagine então se eu namorasse uma gostosa? Em menos de um ano eu perderia tudo o que demorei mais de uma década para ganhar. Não adianta pensar diferente, as mulheres são sim passivos caros, não importando se ela ganhe bem ou não. Se ela ganha pouco, ela vai querer que você pague tudo para ela e vai querer fazer sempre programas diferentes e caros; se ela ganha bem, ela vai querer fazer programas mais caros ainda, e vai obrigar que você faça com ela, fazendo com que torre toda sua grana com jantares, presentes e viagens caríssimos, lembrando que o dinheiro que ela ganha sempre será só dela, enquanto que o dinheiro que você ganha sempre será dos dois. A quarta lição é que todas são interesseiras e você sempre gastará bastante dinheiro se quiser ter uma namoradinha ou esposinha. 


O mais óbvio a se pensar não seria que o melhor mesmo é ser solteiro? Você terá toda a liberdade do mundo, terá mais dinheiro, não andará com baranga gorda por aí queimando a cara, não precisará transar com um Jabba, poderá sempre comer mulheres diferentes, poderá comer o que quiser, morar onde quiser, viajar quando quiser, ter o carro que quiser, sem ter que dividir nada e nem dar satisfação para ninguém. Mas por que a quase totalidade dos betas é tão amargurada e não consegue ser feliz? A resposta mais plausível é porque o beta desconhece que a felicidade é relativa e não absoluta. Por felicidade relativa entendemos aquela que precisa de um ponto de vista para ser observada. Já a absoluta é observada de qualquer forma e circunstância. Uma precisa de um motivo para existir, a outra independe de qualquer motivo. Ninguém é feliz a todo momento.

COMO SER FELIZ SENDO SOLTEIRO

Segundo a definição diabística de pobre-diabo de Arthur Schopenhauer, um autor que gosto muito, em Aforismos para a Sabedoria de Vida, "para aquele que não é nobre, mas dotado de algum talento, ser um pobre-diabo é uma verdadeira vantagem e uma recomendação. Pois o que cada um mais procura e aprecia, não apenas na simples conversação, mas sobretudo no serviço público, é a inferioridade do outro. Ora, só um pobre-diabo está convencido e compenetrado em grau suficiente da sua completa, profunda, decisiva, total inferioridade e da sua plena insignificância e ausência de valor...". Com isso, o beta tem que perceber que antes de tudo ele é um pobre-diabo que pode possuir minimamente algum talento, mas é desprovido de valor e dotado de extrema insignificância e inferioridade.

Assim, o problema principal do beta é concentrar todo o seu foco exatamente na carência que possui de ser notado e isso inclui diversos atores imprevisíveis, sendo tais as pessoas em seu ambiente profissional, social e familiar, amigos e mulheres. É por isso que o beta sonha com a IF, sonha com namoradinhas loiras e virgens, sonha com carrões. Ele sonha com isso não pelo objetivo de ser bem-sucedido, mas pelo desejo de perder o seu poder de invisibilidade e repulsão social. A partir do momento em que o beta se desapega da necessidade de ser reconhecido, assim como de sonhar que um dia será um popstar, fica muito mais fácil de se buscar a realização de seus objetivos. Você não deve se preocupar com aquilo que está aquém do seu controle e, por consequência, isso não deve te afetar a ponto de destruir o seu psicológico. 

Roberto Cavalli em seu iate com sua namorada de 20 e poucos anos. Como o amor é lindo!

Temos que levar em consideração, ainda, que o beta deve sempre se lembrar que ele foi cagado nesse mundo, logo suas expectativas não devem conter metas absurdas. O beta nunca irá ser famoso, bonito, rico e desejado, haja vista que todas essas características decorrem do dinheiro e da boa genética e isso é uma coisa que 90% da população não têm (porque estes são recursos escassos, diferente dessa sua feiura monstruosa que espanta até o próprio Satanás e durará por infinitas gerações). Logo, o objetivo do beta deve ser a consolidação do seu patrimônio, pois essa é a única forma de emancipação de quem é um nada nesse mundo. Não apenas o patrimônio financeiro (que é o mais importante), mas também o seu patrimônio intelectual, visto que o desenvolvimento individual será a única opção disponível para quem não tem quaisquer outros dons dignos de admiração (ou vocês acham que o Neymar seria alguma coisa se ele não tivesse uma inteligência corporal-cinestésica fodástica? No máximo ele seria um cuidador de carros).

Entenda de uma vez por todas, seu ser ignorante, horripilante e fétido, você não possui atrativos alguns para ser reverenciado pelas pessoas exatamente pelo fato do que você é/faz existir em abundância em seu micro ecossistema. Você é um ninguém como quase todas as pessoas desse mundo. É a regra básica da oferta e demanda que funciona para tudo nesse mundo. Por que alguém olharia para você e admiraria a sua "beleza" se sua cara é tão assustadora quanto a de uma toupeira cega? Por alguém faria de tudo para estar ao seu lado se você é uma pessoa chata e sem assunto? Por que alguém faria questão de te convidar para fazer algo se você é um beta pobre e sovina que não aceita torrar dinheiro como a maioria das pessoas? Por que uma loira gostosa aceitaria sair com você e fazer malabarismos sexuais se você é um bosta horroroso, sem status, sem dinheiro e não tem porra nenhuma para oferecer? Neste momento eu acabei de dar um tapa forte na minha mesa que o pessoal até se assustou, tamanho a raiva que senti de lembrar desses betas cabaços que sonham com contos romanticos. 

Beta sorrindo quando acha que alguém o olhou porque ele é especial

Dessa forma, buscar a felicidade através do reconhecimento que as pessoas possam ter de você é algo totalmente irracional. A felicidade nunca pode depender de algo que você não possa controlar. Portanto, uma das metas que o beta deve ter é levantar essa bunda gorda, peluda e flácida e buscar se desenvolver na única coisa que sobrou para ele: o seu intelecto. Além disso, deve estabelecer micrometas fáceis de serem atingidas. E por que micrometas? Por que o betá já é fracassado por natureza e se ele estabelecer objetivos intangíveis os quais ele praticamente falhará, ficará mais depressivo do que ja é, portanto sempre sonhe com os pés no chão e não faça igual aos otarios que acham que terão um carro esportivo de R$200 e casará com uma loira gostosa de 20 anos com rosto de modelo, mesmo você tendo 50 anos de idade e sendo gordo. Isso é ridiculo. Se essas micrômetro que tanto falamos forem atingidas e agregarem algo útil à vida do beta, pode ter certeza que você está entendendo o conceito de felicidade relativa.

Coloque na sua cabeça de beta de merda que você é mais feio que um cu cagando e não tem nenhum destaque social. Repita isso pelo menos umas 10 vezes. Agora reflita sobre o texto e procure achar outras formas de ser feliz que não envolva mulheres. É possível sim ser feliz sendo solteiro, entretanto você deve sempre ocupar essa sua mente com alguma coisa, alguma meta, algum sonho, buscando sempre se desenvolver e evoluir. Grave isso éenão esqueça nunca mais: mulheres gostam de conforto, status e dinheiro, elas não gostam de você, não gostam de fazer sexo com você; elas só querem te usar! Sublime esse seu desejo animal por mulheres e as veja unicamente de forma interesseira como elas te veem. Não seja como a maioria dos simios que o único objetivo de vida é casar com sua gorda, ter filhos horrendos como você para cuidar e passar a vida toda trabalhando como um escravo a fim de sustentar a todos, enquanto você não aproveita nada da sua vida. 

Tenho certeza que esse texto pode ser um importante guia na vida da maioria dos betas escrotos, feios, autistas e depressivos como eu. Agora, se você além de beta, pobre, gordo tetudo, feio, sem graça, chato, mocorongo, desengonçado, também é burro, covarde, analfabeto funcional e cabeça dura, daí eu já não sei como te ajudar. Talvez eu consiga te ajudar indo aí na sua frente e enchendo a sua cara de cuspe e sua cabeça de joelhadas e chutes para ver se esse seu cérebro lixento de ameba consegue pelo menos funcionar no tranco. Pense na vergonha que você vai passar apanhando de um beta B como eu que não impõe respeito nenhum. Portanto, pare de chorar e mãos à obra, ok? 


Abraço do Pobre-diabo!


Obs.:
- No próximo sábado será postado o famoso post dos salários, há tanto tempo aguardado pelos betas diabísticos! Será um post que entrará para a história do mundo betístico;
- será apresentado no sábado também a proposta do e-mail diabístico e será acrescentado o gadjet contendo os últimos comentários do blog;
- Acredito que até sábado terminarei com Mandy (quero transar mais um vez com ela pelo menos).

sábado, 22 de abril de 2017

Os Dez Mandamentos dos Betas Diabísticos

 
INTRODUÇÃO

Primeiramente, a genética já é totalmente maligna conosco, pois nascemos horrendos, verdadeiras bestas animais, mais feios que cú cagando. Já no início da infância, acentuando-se na adolescência, sofremos terríveis bullyings devido à nossa aparência e jeito de mongoloide, retardado e cuzão. Depois sofremos terríveis rejeições por parte de amigos e, principalmente, das mulheres, as quais chegam a ter ânsia só de olhar para betas, outras chegam a vomitar caso toquem em algum pobre-diabo como nós.

Ser beta não é orgulho para ninguém, não cabendo nenhum ativismo que imponha a opinião alheia de que somos iguais a todos, pois de fato não somos! Ser beta é uma maldição dos deuses, uma piada de muito mal gosto do universo. Só quem é beta, principalmente das categorias mais baixas como os beta B, C e D, sabem do sofrimento que é a nossa vida e o fardo pesado que carregamos em nossas costas por conta disso. Alguém aqui pediu para ter esse jeito de retardado, não ter um puto no bolso e ter essa cara de cuzão fedido (para saber qual o seu nível alfa-betístico clique aqui).

Sabendo que o sofrimento será eterno, pois a genética da betice não tem como ser tirada de nós e considerando que é impossível um beta virar alfa (podendo apenas transitar entre as categorias A, B, C e D), nós os betas combatentes diabísticos buscamos melhorar de vida - na verdade reduzir o sofrimento - a fim de termos uma vida menos difícil. Assim como os judeus tiveram a revelação dos dez mandamentos, que os guiaria corretamente para a Terra Prometida, nós betas temos os nossos dez mandamentos, revelados a nós pelos grandes gurus, mestres e guerreiros da real.

Para tanto, apresento-lhes um guia básico, extremamente resumido, a fim de dar o norte para as nossas vidas, que são "Os Dez Mandamentos dos Betas Diabísticos".


OS DEZ MANDAMENTOS DOS BETAS DIABÍSTICOS


1) Amarás a ti mesmo e somente a ti, pois amor romântico não existe

Esse é o primeiro e mais importante dos mandamentos. E por quê? Porque é a essência do beta se desprezar e valorizar tudo o que não seja ele. Achou mulher? O beta se esquece de si, pois o importante é que não vai morrer sozinho (o beta é tão burro que acaba fantasiando um futuro de felicidade no qual viverá feliz em seu castelo de papel com sua princesa lombriguenta e com nariz de batata). Fez amigos alfas ou semi-alfas? O beta se esquece de si, deixando ser zoado, pois o importante estar no meio de um grupo, pouco importando se o seu poder de invisibilidade está ativado. Ninguém quer o bem do beta e podendo sempre pisarão sem dó nele. Amor não existe, portanto ame somente a você mesmo.

2) Não manginarás

Esse é um dos principais mandamentos do beta diabístico, estando apenas abaixo do primeiro. O motivo disto é porque só pelo fato de o beta não ser mangina, muitas coisas podem ser evitadas. Manginas fazem coisas ridículas que só o fazem decair no conceito betístico. Ser mangina é ser um animal que vive aos pés das mulheres, sem ganhar nada por isso. Um exemplo são os otarios que pagam litro caro na balada achando que vai ter mulher que vai se molhar por ele, mesmo sendo um cocozão ambulante, quando no máximo o beta vai pegar na mão dela, ganhar beijinho com nojo no rosto e dar de beber um alfinha que vai rir da cara dele, como aconteceu comigo, conforme já relatei em outro post. Os tipos de manginas são: provedor, capacho, bovino, amiguinho, taxista, pagador de drinks, padeiro, cachorrinho, feministo, facemangina ou instamangina, suicida, homem de família, romântico, humorista e gourmet (leia o post 15 tipos de mangina para saber sobre cada tipo).

3) Não se iludirás com loiras gostosas e nem ninfetas caucasianas tipo princesas

O infeliz do beta insiste em endeusar modelos fitness e ninfetas barbies. Muitos dizem que apenas namorarão uma dessas, como se elas estivessem ao alcance deles. Posso dizer que é mais fácil cair um meteoro na Terra e destruir tudo do que um beta chegar perto de uma mulher dessas. Entenda de uma vez por todas, sua imundícia, esse tipo de mulher foi feita apenas para ricaços e homens extremamente alfas, pois a barganha delas é enorme e o beta não tem nada de atrativo para "conquistar" uma mulher dessas. Outra coisa, mulher gosta de dinheiro, status e conforto e sexo é um peso grande para elas, servindo sempre como moeda de troca. Esse tipo de mulher custa caro e não faz sexo satisfatório com quem não tem barganha. Para de sonhar com contos de fadas antes que eu faça da sua vida um terror se eu te encontrar, porque vou encher tua cara gorda de murros.

4) Não casarás

Devido a cultura de antigamente, podemos dizer que até existiam casamentos bons. Hoje em dia isso não existe mais. O feminismo destruiu por completo a imagem tradicional de família e de casamento que existia antigamente. Não estou falando que sou um beta romântico, pelo contrário, sou extremamente pessimista e não acredito em nada disso. O fato é que o que outrora existiu não existe mais e um beta casar significa ser um escravo pagador de contas e chifrudo. Repito: mulher gosta de conforto, status e dinheiro! Ela nunca te amará, ainda mais sendo esse beta imundícia que você é, até eu estou sentindo o teu cheiro de fracassado daqui!

5) Não assumirás mãe solteira como esposa

Estar na posição de assumidor de mãe solteira é a maior desonra na vida de um beta e para todos os seus ancestrais betóides. Sei que a criança não tem culpa, mas ela é fruto de uma transa bem gostosa de sua esposinha com outro macho, mais pauzudo que você e que fez ela gozar horrores, coisa que você não consegue, sendo um emasculado de pinto pequeno. Enquanto o ex dele ficará na boa comendo outras mulheres, você trouxão estará assumindo o filho dela e toda vez terá que encarar o cara quando ele vier ver o filho dele. O que esse tipo de mulher quer? Apenas um provedor para ela e para o seu filho, inclusive ela fará de tudo para que a criancinha te chame de papai. Lembre-se que a prioridade da mulher sempre será os seus filhos e nunca você!

6) Transarás com todas as mulheres que derem mole, pois és um beta imundo e asqueroso, não tendo o direito divino de escolher gostosas. Se for necessário, pague.

Cientificamente o sexo faz muito bem para o físico e psicólogo de qualquer homem. Portanto, transe sempre que puder, seja pagando ou não. Coloque nessa sua cabeça de beta excremento que você nunca transará com gostosas se não pagar. Apenas feiosas, gordas e mães solteiras zoadas irão dar fácil para caras escrotos e sem grana. Quanto mais beta você for, caso possa escolher, pelo menos escolha as magras para ser menos zoado. Ser visto andando de mãos dadas com gordas feias só faz você ser visto como mais fracassado e perdedor do que já é.

7) Não serás um gordo flácido tetudo e nem um magrelo com braço mais fino que um pênis ereto

Se você já é mais feio que um cu cagando, ridículo, brega e escroto, você sendo um gorducho ou um magrelo ripa só irá potencializar a atenção negativa das pessoas para você. Não apenas as mulheres te olharão com nojo, mas também todas as pessoas, pois tudo o que é feio e aparenta ser fraco não traz credibilidade alguma. Quer mais respeito, ser mais bem visto e ser menos humilhado? Então trate de fazer uma dieta e de treinar para emagrecer ou ganhar um corpo mais forte para que você não seja tão escroto como você é. A imagem pessoal conta muito para as pessoas.

8) Venerarás o dinheiro acima de tudo

Para o beta, principalmente os betas B, C e D, o dinheiro é imprescindível para ter uma vida mais confortável e de menos sofrimento. Assim, deverás fazer o possível e impossível para sempre ganhar mais dinheiro e economizar/investir o que ganhar. O beta já é um demônio de feio, uma diarréia podre ambulante, se for pobre então qual atrativo terá para as pessoas? Ninguém gosta de ficar perto de gente feia, sem graça e pobre, a não ser o seu cachorrinho vira-lata. Está triste e depressivo? Pelo menos fique assim comendo uma boa picanha e tomando uma boa cerveja, ou dirigindo o seu carrão com teto solar e banco de coro, ou ainda viajando para lugares fodas e transando com boas GPs.

9) Deverás se desenvolver ao máximo fisicamente e intelectualmente

Como o beta já é cocô ambulante, um imprestável, um inútil, portador dos piores defeitos físicos e psíquicos, ele deve se desenvolver ao máximo para preparar o seu físico e psicológico para as duras porrada que a vida dará. Só assim para o beta não ser ainda mais humilhado e sofredor das piores humilhações. Procure sempre se atualizar para conseguir conversar com as pessoas, procure ler bons livros, se destacar profissionalmente e melhorar o seu currículo.

10) Não deixarás ninguém te humilhar

O coitado do beta, devido a sua vida de bullyings, humilhações e rejeições, apresenta problemas fortes em seu psicológico, vivendo como uma cadela acuada. O desgraçado do beta imundo vive com medo de interagir. É um bunda-mole nato. Sabedor disso, o esterco humano deverá se desenvolver e enfrentar os seus medos, a fim de não passar uma imagem de covardia. Defenda-se, beta! Mostre que não é um bostão, só assim para você ser valorizado profissionalmente e nos relacionamentos interpessoais. Se alguém te intimar, não baixe a cabeça, enfrente! Só tome cuidado para não tomar uma surra e passar uma imagem pior ainda.


CONCLUSÃO

Os Dez Mandamentos dos Betas Diabísticos devem ser o guia dos betas e, portanto, decorados por todos. Deve ser o Alcorão betístico, a fim de reduzir o nosso sofrimento. Sabemos que jamais um beta conseguirá ser um alfa, entretanto, colocando em prática religiosamente os dez mandamentos aqui apresentados poderá desfrutar de uma vida melhor.


Abraço do Pobre-diabo!


Obs.:
- Dia 20 de abril, na quinta-feira, o blog fez 6 meses de vida! É um motivo de festa, pois em tão pouco tempo ele cresceu de uma forma que eu jamais imaginei. Hoje possui muitas milhares de visualizações e uma infinidade de comentários, reunindo betas de todos os tipos que estavam dispersos por aí. Aqui é o nosso reduto betístico diabístico, espaço este para compartilhar experiências, dar dicas, assim como reclamar e chorar;
- Tive um contratempo na sexta e vários compromissos de família, além de ter bebido além da conta, por isso atrasei o post;
- Deem sugestões para os próximos posts;
- Ajudem a combater os terroristas e criminosos doentes mentais que enchem o saco aqui, denunciando-os;
- Opinem sobre a criação do e-mail diabístico, a fim de aumentar a interação com os betas;
- Devido à enorme quantidade de views e comentários está sendo difícil postar no horário acordado, pois responder e moderar comentários, além de preparar o post e corrigí-lo leva um tempo. Pensei em alterar as postagens para quarta e sábado até o meio dia. Manifestem-se!

quarta-feira, 19 de abril de 2017

O amor na visão dos homens, mulheres e betas


O significado de amor para os homens (que ainda não conhecem a realidade) é gostar de fato de uma determinada pessoa, sendo isto geralmente algo bastante genuíno. Quando o homem diz que ama alguém, pode ter certeza que ele realmente ama e faz tudo por esta pessoa, como por exemplo, dar todo o seu dinheiro, como alguns retardados fazem, ou até uns doentes mentais que dão até a própria vida. Esses dois tipos que eu citei geralmente são aqueles betas virjões com muita baixa autoestima, que acham que nunca encontrarão outra mulher na vida e que a mulher que o largou era perfeita. Enfim, homens se apaixonam – e isso é bastante comum – por qualquer tipo de mulher, seja ela pobre, gorda, feia, alta, baixa, sem peito, sem bunda, flácida, vesga, banguela etc, importando-se somente com a pessoa em si e o que sente por ela, totalmente diferente de como são as mulheres.

O significado de amor para as mulheres é algo bastante diferente. Quando a mulher diz: “eu te amo” para um homem, na verdade ela quer dizer: “escolhi você para ser o trouxa cara que vai cuidar de mim, dar conforto, proteger, fazer eu me exibir bem para as amigas e para me paparicar”. E isso é bastante nítido, pois elas sempre olham a sua capacidade de gerar dinheiro, suas posses, se demonstra poder e também se tem uma boa genética. O poder delas está na beleza física, o que na visão diabística chamamos de poder de barganha. Quanto mais barganha ela tem, melhor o macho que vai pegar e sempre são os melhores que elas querem. Elas sempre vão pensar em seu conforto, status e boa vida, não se importando com demonstrações de amor e carinho, que são os maiores indicadores de manginismo, fraqueza, virgindade betística e idiotice dos homens. Quanto mais um homem faz declarações de amor públicas, mais agrada, dá presentes, leva para jantares e viagens caros, mais mangina, provedor, dominado e corno ele é.

 ”Não importa as dificuldades que aparecem no caminho, eu quero caminhar pra sempre do seu lado”. Que vontade de vomitar que deu quando eu li essa merda. No caso do homem isso pode ser verdade. No caso da mulher, somente é verdade se essas dificuldades forem problemas SOMENTE DELA que você homem irá resolver e se ela vai caminhar do seu lado com muito conforto, dinheiro e status. 

O que acontece com muitos betas é que suas mamãezinhas os criam como se fossem diferenciados, especiais, ou mesmo como se fossem iguais a todos e não fossem inferiores a ninguém. Sempre é passada a imagem de que as meninas são frágeis, meigas e sensíveis (o que é mentira, pois é comprovado que a inteligência emocional delas é muito superior) e os meninos devem respeitar elas, agradar, paparicar e devem sempre demonstrar que são fortes. As imundícias humanas crescem vendo filmes e desenhos românticos, em que mulheres são princesas doces e inocentes, que se apaixonam por seus príncipes, simplesmente porque são pessoas honestas e amorosas. Acham que mulheres se apaixonam por você simplesmente se for um bom homem, romântico e amoroso. Assim, o beta ainda jovem acha que pode ter a sua princesa linda e meiga para que juntos vivam para sempre, mesmo sendo um aborto da natureza, uma aberração monstruosa, como é o meu caso.

O betinha B, como era esse pobre-diabo na infância, sendo um pedacinho de cocô fedido, feio, tímido e escroto, vai para a escola ou outros grupos sociais e experimenta doses altas de rejeição, humilhação e bullying, vendo aquelas princesas se apaixonarem pelos cafajestes e vagabundos, enquanto ficava isolado pelos cantos, apanhando ou sendo motivo de chacota. Entretanto, como o beta é um ser burro, ele acaba sempre se sabotando, continuando a acreditar nessas ilusões e entrando em depressão porque suas vontades e sonhos não são realizados, levando muita coisa para a adolescência e para a vida adulta, caso não conheça a visão de mundo real diabística. Aqui no blog se vê betas escrotos falando que só gostam de mulheres saradas, loiras, lindas e gostosas como a Amanda Elise Lee ou outras famosas e que ficarão ricos para casar com uma assim, dando exemplos surreais, cintando o nome até de multimilionários e bilionários (dá para levar a sério umas escórias dessas?). Dá vontade de meter porrada na cara do beta para ver se ele se toca e se coloca em seu devido lugar. Quer uma gostosa dessas? Então dê um jeito de ganhar pelo menos uns 50 mil reais por mês e esteja preparado para torrar horrores com os seus luxos, sem que exista a contrapartida sexual dela, servindo apenas para exibir para o público, como fazem os velhões famosos por aí. Não é mais barato pagar uma GP?

Betas B, C e D, coloquem de uma vez por todas em suas cabeças que vocês são excrementos humanos e não têm o direito divino de saírem copulando com as melhores fêmeas por aí (sem pagar) como fazem os alfas! Se você for um beta A, ostentador e com grana, talvez até consiga namorar uma interesseira nota 7. Não adianta chorarem, o direito divino de transar com várias gostosas foi reservado pelo universo apenas aos alfas e semialfas. Não faz sentido nenhum uma mulher com toda a barganha do mundo querer um beta B, sem barganha, pobre, sem graça, brega e feio igual uma teta velha caída e cheia de estria. Para betas só sobram feias, velhas, gordas, pobres e mães solteiras zoadas. Por que então vocês não param de falar que só pegariam gostosas e musas fitness, seus imundos iludidos? É claro que sempre existem pontos fora da curva, porém são exceção e não entram na estatística geral, lembrando que mesmo essas exceções possuem um diferencial que você beta D não tem. O amor é comprado, então trate de ganhar muito dinheiro se é isso que você quer e se você for muito exigente, lembrando que a barganha masculina sempre estará na imagem de poder que passa, no dinheiro que tem e na boa genética (esta última é menos importante que as outras duas).

Com certeza betas, feios, sem graça, desengonçados, emasculados e pobres pegarão as gostosas da foto 1. Elas devem encharcar a calcinha de tanto tesão quando veem betas andando de ônibus, feios igual cu cagando, com braços finos e pancinha de lombriga. Tenho certeza que elas imploram para fazer sexo anal com betas. Pelo menos para alguns betas C doentes mentais aqui do blog isso é verdade. Que raiva que eu tenho de beta iludido e extremista, não conseguem entender que até as gordas das fotos 2 e 3 humilharão eles, imagine então as gostosas da foto 1.

Entendam que eu defini a palavra “amor” no sentido do verbo amar nas visões masculina e feminina. Entretanto, a palavra “amor”, como substantivo, de fato não existe. Tudo se trata de interesses nessa vida imunda, principalmente por parte dos seres avaginados. Amor de verdade será só o que a sua mãe e o seu cachorro sentem por você, os quais te amam sem ter motivos, mais nada. Como betas diabísticos, sejamos sempre realistas e nunca emotivos. Betas costumam misturar inclusive as palavras amor e sexo, achando que um depende do outro e estão interligados. Mulheres sabem separar muito bem, principalmente o sexo, que fazem apenas para conseguir o que querem ou para manter o homem nas suas rédeas. Elas só perdem um pouco esta visão diante de alfas, fazendo questão de transar com eles para se auto afirmar e se sentirem poderosas. Com betas elas só sentiriam nojo. Enfim, a própria natureza se encarrega de dar fartura de vaginas para alfas e quase nada para betas, sendo praticamente uma proibição da natureza para que lixos humanos como eu se reproduzam e espalhem sua genética podre. Até no reino animal isso é comum, sempre o macho alfa tendo todas as fêmeas para ele, enquanto os fracos vivem às margens do reino animal, a maioria morrendo virgem.

Quando eu falo da fartura de bucetas que alfas têm, eu quero dizer fartura mesmo. Alguns betas ficam me criticando porque eu peguei a Mia e agora a Mandy. O que tem de tão absurdo nisso? Elas são garotas normais, medianas, não são modelos, tampouco são tops, embora sejam mais bonitas que eu. O que fez eu chamar a atenção delas obviamente foi minha condição financeira, considerando que elas são umas quebradas, não têm muita barganha física e só devem ter namorado com betas muito piores que eu e sem perspectiva de vida. Antes que perguntem, sim, transei com Mandy e já foram três vezes até agora. Mesmo sendo pouco eu já estou enjoado, pois é nítido que ela quer um trouxa para assumir ela, ainda mais que é uma pobretona. Em uma das mensagens ela até me chamou de “lindo”, o que é uma grande mentira, uma piada de muito mau gosto, pois sou um beta B, horrendo, mas feio que cu cagando, tosco e escroto. Além do mais, o sexo não foi muito legal, muito parado, pois ela só quer deitar e abrir as pernas, provavelmente porque não se sente estimulada para dar para um cocozão desengonçado como eu. Com certeza assistir aqueles comerciais da Polishop deve ser infinitamente mais estimulante e interessante do que transar comigo.

Por fim, o beta nunca deverá tirar de sua cabeça as verdades universais diabísticas:
- Amor não existe;
- Dinheiro fácil não existe;
- Mulher gosta de dinheiro e poder;
- Mulher gostosa não dá para beta;
- Apenas o dinheiro fará o beta feliz. 


Abraço do Pobre-diabo!


Obs.:
- A Mandy já está me enchendo o saco e eu estou pensando em ficar distante e só ligar ou responder caso esteja com vontade de transar. É claro que dessa forma não vai durar muito, pois as mulheres não ficam dando de graça, sempre vão querer uma contra partida, porém eu não estou nem aí, pois não quero namorar com ela e só penso em sexo. A desgraçada está desde sábado mandando mensagem o tempo todo, dando bom dia, boa noite e me perguntando toda hora como estou, o que estou fazendo, o que irei fazer e que quer me ver. Domingo fiz a merda de levá-la para minha casa e ela dormiu lá. Provavelmente ela se impressionou comigo, pois aparento ser alguém bem resolvido na vida, então já está interessada em manter um relacionamento. Aos betas extremistas de merda entendam que eu só quero transar, nada mais.


sábado, 15 de abril de 2017

Um feriado depressivo e como tudo pode mudar por causa de uma vagina


O que motivou a escrever esse post foi a grande quantidade de comentários depressivos no último post, retratando a realidade da vida de muitos betas A, B, C e D. Alguns betas que se acham fodões ficam criticando nós pobres-diabos, dizendo que só sabemos chorar, o que não é verdade, o que fazemos é lamentar e desabafar e isso faz muito bem, pois de uma certa forma colocamos para fora essas frustrações. Engolir essas coisas só faz com que a depressão destrua mais nosso psicológico e aqui é o lugar certo para discutirmos, brigarmos, desabafarmos etc. No meu caso eu desabafo e isso me ajuda a procurar refletir mais sobre o que posso mudar para não acabar me deprimindo ainda mais e afundar no alcoolismo. Qual a culpa que temos de ter as vendas dos olhos tiradas pela filosofia realista diabística?

Esta sexta-feira foi a famosa sexta-feira santa, feriado em todo o país, data esta em que é lembrada a crucificação de Jesus Cristo, ou seja, uma data que lembra sofrimento. Como o feriado caiu na sexta emendou-se uma sequência de dias de folga. Para nós betas o sofrimento lembrado nesta data não fica só na lembrança, pois ele se materializa em nossas vidas desgraçadas. Vimos diversos relatos de betas descrevendo seu feriado, o que me deixou bastante triste, pois vejo que todos nós temos vidas de merda bastante parecidas, e que fomos condenados pelo universo para viver uma vida depressiva, de infelicidades, sofrimentos, de vontades não satisfeitas, sonhos não realizados e humilhações. É só abrir as redes sociais que vemos todo mundo se divertindo em viagens, churrascos, baladas etc, sempre rodeado de amigos e mulheres. Cada foto que vejo das pessoas se divertindo parece que é um soco na boca do estômago que levo e quando vou revidar apanho ainda mais, demonstrando o porquê eu sou um beta B, um excremento humano, um ser ostracizado pelo mundo, um demônio asqueroso, um mendigo social, um verme fétido, um cu quebrado arregaçado por consolos gigantes, proibido pelos deuses de ter uma vida digna.

Acordo às 7 horas da manhã, mesmo sem despertador, pois meu corpo de beta gado acostumou com essa vida de pobre trabalhador escravizado pelo mundo capitalista (não sou adepto da filosófica comunista, antes que os otários extremistas falem alguma coisa). Abro os olhos, fico imóvel, lembro que hoje é feriado, então fecho os olhos e tento dormir de volta, pois nada de interessante tem para que eu levante da cama, entretanto pensamentos diversos invadem minha mente, não deixando eu dormir. Levanto da cama e sento na beirada dela e imóvel fico olhando fixamente para o chão, imaginando como será o meu dia de feriado, ou seja, triste, depressivo e solitário. Depois disso levanto e vou para a cozinha preparar o meu café, que tomarei sozinho e com raiva desse mundo de bosta. 

Sento novamente na cozinha e olho para o teto refletindo sobre como será o meu dia. De certa forma a rotina do trabalha deixa sua mente beta ocupada e quando você sai dessa rotina acaba estranhando. Abandonei a ideia de fazer um café e ligo para minha mãe e combino de ir tomar um café com ela e meu velho pai. Coloquei uma roupa qualquer e fui. Chegando lá sou recebido com um sorrido no rosto pela minha velha; meu pai, por sua vez, só me dá um aperto de mão e um tapa no ombro e já senta no sofá de novo. Nunca tive um contato muito próximo com ele, talvez por ele sempre ter sido alfa enquanto jovem e depois virou pai de um filho beta B, feio, covarde, fracassado, bobão, escroto e nerd. Minha mãe sempre contou histórias de como meu pai chamava atenção da mulherada quando era jovem e pegava todas. Ele deve olhar para mim e se perguntar: “Será que essa escória é meu filho? No meu tempo homem não era assim. Que ser mais horroroso, parece um cu cagando!”

A cara que meu pai me olha. "Será que esse fracassado é meu filho?" Será que ele não gosta de mulher? Eu na idade dele comia duas vadias por semana.

Conversei um pouco com minha mãe, mas nada com meu pai. Comecei a me sentir mal ali, pois não é mais como quando era jovem, parece que não faço mais parte daquele lugar. Por estar incomodado com a presença do meu pai, tomei uma xícara de café e inventei que tinha logo que ir embora. No caminho fui refletindo sobre o que poderia fazer hoje. Parei no semáforo e abri meu aplicativo de mensagens. Nenhuma mensagem para mim, somente alguns grupos em que o pessoal mandava suas piadinhas ou enviava fotos de carnes assando na churrasqueira. Isso me deixou com mais raiva de mim, por que eu nasci um beta B? Por que eu não puxei o meu pai e tive que nascer essa aberração humana e social? Tentei esquecer essas coisas, pois prometi para mim que iria mudar. Então mandei mensagem para dois amigos beta C (“Vai uma cerveja hoje?”) e para a menina que eu falei que peguei o telefone no post “Na verdade elas gostam mesmo é dos machistas!” eu mandei “e aí, o que vai fazer no feriadão?”. Olhei outros telefones que eu tinha na agenda, mas nenhum iria dar boa. Continuei dirigindo.

Como eu já disse, ela é feia de rosto, mas tem uns peitos legais, até achava que eram silicone, pois são grandinhos e redondos. A pele é branca e o cabelo castanho claro. A bunda é razoável, nem grande e nem pequena, mas bem comestível. O único problema é que ela tem uma mini barriguinha, coisa que eu mais odeio em uma mulher, logicamente que eu não deixaria de transar só por esse detalhe. A chamarei aqui de Mandy (em homenagem a uma atriz, como de costume). Antes que me chamem de mangina que só pensa em mulher, eu mandei as mensagens já esperando que não fosse respondido, enquanto isso já estava pensando em dar uma corrida, depois comer alguma coisa diferente em algum restaurante e fazer alguma coisa diferente depois. Um beta escroto e solitário deve bolar várias coisas para não ficar depressivo em casa, chorando que nem uma marica.

Cheguei em casa, fiquei um pouco navegando na Internet, depois tomei um banho e saí para almoçar aqui perto em uma churrascaria. Que comida gostosa! Brevemente eu fiquei feliz comendo aquela carne deliciosa. Pensei comigo: como é bom ter dinheiro para poder comer a vontade uma comida gostosa dessas, que não vai nem coçar meu patrimônio, imagine se eu fosse casado com uma gorda e tivesse dois filhos nossos e mais 2 filhos dela com outro macho, meu dia estaria sendo uma bosta, seria obrigado a viajar e torrar minha grana suada com eles. Mas não, ainda sou jovem, tenho meus bens, meu dinheiro guardado e um bom salário. Olho meu celular de novo, mas ninguém respondeu e automaticamente eu penso: o que adiante ter tudo isso se eu não tenho uma companhia, se eu não tenho amigos? A tristeza novamente veio, porém tentei afastar ela da minha mente, entretanto a mente derrotada e fracassada do beta é mais forte. Paguei a conta e fui embora chateado. 

Fiquei deitado o dia todo em casa, trocando de canal, tentando assistir séries, tentando ler algo interessando e até homenageei uma atriz que eu admiro muito o trabalho. Nada disso conseguia tirar aquela pressão na minha mente, aquela raiva pela solidão que estava sentindo. Até que cochilei, talvez tenha sido a parte mais feliz do meu dia, quando minha mete se desligou e parou de pensar nessa vida bosta. Eis que meu celular toca e eu acordo com um susto. Já estava escurecendo. Pego meu celular e pelo ícone do aplicativo vejo que recebi várias mensagens. Entre as mensagens dos grupos, um amigo respondeu, dizendo que tinha um churrasco para ir, convidando para que eu fosse também. Isso me animou. Porém fiquei mais feliz quando vi que Mandy me respondeu. Porra, como pode elas mexerem tanto com a gente? Será que só betas são carentes ou isso faz parte de todos os homens? Se assim não fosse, veríamos muitos solteiros por aí, porém isso não acontece, pois todos querem ter sua família, namoradas, esposas, amantes... Entendam que não estou falando se isso é certo ou não, são apenas reflexões diabísticas.

Não, a Mandy não é igual essa gostosa, seus betas haters do caralho! Ela não chega nem perto disso, obviamente porque nunca uma deliciosa assim daria mole para um beta B mais feio que um cu cagando e mais sem graça que as piada de A Praça é Nossa.  

“Oi Diabo, visitei minha vó e não tenho nada pra fazer mais e você?”, respondeu Mandy. Como eu não tinha nada a perder com ela, tampouco pensava em namorar ou casar, mandei: “afim de tomar uma cerveja?”. Ela só respondeu: “partiu!”. Na hora parece que toda a tristeza e solidão betística esvaeceram como fumaça, um grande sorriso encheu a minha face e eu dei um soco no ar de alegria. Combinamos de eu passar na casa dela e irmos para um barzinho. Destaco aqui que não estou apaixonado, só precisava fazer algo diferente e nada melhor como uma possível transa para alegrar um beta B cocozão como eu. Tomei um banho, coloquei uma camiseta polo, uma calça mais justa (antes usava umas calças largas e me deixava com cara de mais nerd), meu relógio de ponteiro novo, passei um perfume, arrumei o cabelo e fui.

No carro fui pensando em tudo o que eu poderia falar e os assuntos da conversas. Como eu sou um beta cuzão e com fobia social, preciso preparar tudo o que falar para não parecer um retardado autista. Comecei a pensar comigo: Porra, eu sou um cara relativamente bem sucedido, com quase 30 anos, por que estou agindo como um adolescente? Se ela fosse uma deusa gostosa de nível A, tudo bem, mas não, ela é uma feinha que não deve ter dinheiro nem para comprar uma bicicleta! Obviamente que para elas não interessa ter dinheiro ou não, basta ter uma vagina que qualquer homem paga pau. Mas esse não seria eu hoje. Precisava demonstrar confiança, pois hoje eu estava para o crime! Hoje eu iria transar! Hoje eu não seria um beta bundão mongo e chorão! Hoje eu seria no mínimo um beta A e iria colocar o diabinho, que ultimamente só servia para mijar, para trabalhar!

Era início da noite quando cheguei na casa dela. Mandei mensagem e ela entrou no carro. Que diferente ela estava! A mulheres são exímias mascaradoras da realidade, parece que conseguem se transformar em outra pessoa quando arrumadas. Confesso que ela até que estava bonita com aquele 1 kg de massa corrida que meteu na cara. Colocou um vestidinho preto e até menos pança parecia ter (com certeza ela teria colocado aqueles corpets por baixo, só pode. Não que eu possa exigir muito, até porque eu sou um demônio de tão feio). Cumprimento-a com um beijo no rosto e automaticamente meu olhos fixam em seus seios. A safada colocou um decote que ressaltou bem suas mamas e isso tirou brevemente minha atenção por alguns segundos. Volto o olhar para ela (que deve ter adorado ter visto minha cara de beta cabaço tarado), pergunto se está tudo bem e já vou tomando rumo para o barzinho. Já comecei a contar as coisas que eu tinha feito, uma atrás da outra, pois não queria que ficasse aquele silêncio no carro. Comecei então a fazer perguntas para fazer com que ela falasse, afinal mulher adora falar. Tive sorte pois Mandy adora falar, então me poupava de ter que ficar falando e ser interessante, coisa que eu como beta B escroto não sou. Tentei agir normal sem ficar secando aqueles peitões e me mostrar um cara normal e não um desesperado atrás de sexo. 

Já no barzinho começamos a tomar cerveja, nada de drinks frescos para ela. Eu já chamava o garçom e ia direto pedindo cerveja para nós, nem perguntava o que ela queria. Aprendi que quando você tem menos barganha não deve demonstrar fraqueza nem manginisse, senão você será pisado pela fêmea. A gente conversava e eu tentava não olhar para os peitos dela, já imaginava toda a sorte de coisas perversas, porém não queria parecer um tarado e nem deixar ela se achando. Fomos ficando alegrinhos e eu consegui me soltar, ri bastante, falei besteiras e fiz ela rir muito. Aquela noite ela estava na minha. Aquele dia de tristeza, raiva e solidão passou. Naquele momento, como em um jogo de RPG eu dei um upgrade em mim, subi de level, virei um beta A. É incrível como as mulheres tem um poder imenso de mexer com os homens. É só observar como os símios brigam nas baladas por mulher, matam e se matam por causa de mulher, trabalham igual cavalos por causa de mulher, enfim, vivem em função de mulher. Não estou dizendo que eu sou assim, mas confesso que meu dia melhorou totalmente naquele momento, mesmo não sendo nenhuma beldade.

Mandy estava na minha. Fisicamente ela está muito acima de mim, até dá um contraste vendo nós dois, principalmente ela toda arrumada. Tenho certeza que ela só deu mais moral para mim por me achar bem-sucedido, pelas minhas roupas, por morar sozinho e por ter um bom carro. Se eu fosse um beta do cu quebrado, pé rapado ela não teria nem aceitado sair comigo. Enfim, paguei a conta, que deu um pouco mais de R$100,00 e fomos para o carro. Eu estava um pouco nervoso pois nem havíamos nos tocado ainda e eu não admito gastar dinheiro sem pelo menos pegar em mamas e receber carícias orais em meu falo. Fomos em direção ao estacionamento e quando chegamos no carro eu só pensei: “É agora!”, agarrei ela, com uma mão na cintura e a outra segurei ela na nuca e beijei forte. Que sensação boa! Minha terceira perna aumentou imediatamente e já a senti cutucando a barriga de Mandy. Fiz questão de que ela sentisse a minha espada diabística praticamente perfurando seu abdômen.

Depois disso, foi tudo mais fácil. Entramos no carro e começamos a nos beijar ainda mais ali dentro. Já fui pegando nos peitos e bunda e ela deixou. Isso que é bom de mulheres mais experientes e não tão novinhas, não ficam fazendo ceninha (não estou falando que namoraria ou casaria com rodadas, antes que falem merda!). Meti a mão por dentro do decote, tirei uma teta para fora e já cai de boca. “Diabooooo, aqui não!”, disse a gazelinha, presa fácil, prestes a ser devorada pelo leão faminto que era o Pobre-diabo naquele momento. Vamos para um lugar mais tranquilo. “Já vamos, fica tranquila que o vidro é escuro, não dá para ver nada” (um dos motivos de eu colocar insulfilme 5 foi esse). Coloquei a mão dela em meu amigo fálico maligno e ela já tratou de fazer o resto: tirou-o para fora, mexeu um pouquinho nele e o abrigou em sua quente, macia e molhada boca. Eu estava louco, eu estava feliz, eu estava em êxtase, eu estava afoito, eu não era um beta tosco, eu era um predador faminto!


Ela começou a chupar igual a uma doida, gemendo com uma vozinha fininha, enquanto punhetava o diabinho, se babando toda. Estava bom demais! Enquanto isso, eu segurava o cabelo dela com a mão esquerda e a direita apertava sua bunda e relava o canto de seus peitos. Que sensação ótima! Aquele dia de merda foi esquecido. Não! Não só aquele dia de merda, mas a semana toda de merda foi esquecida! De repente eu falo: "Calma, Mandy, calma!" Tendei tirar o diabinho de seu abrigo quentinho e molhado, porém não tive tempo. Fui obrigado a alimentar uma pobre moça com laticínios humanoides e ela, parecendo um bezerro faminto, tomou tudo. Aquilo foi maravilhoso. Obviamente, que eu me liguei na malandragem da moçoila, já me fez gozar ali mesmo, acredito que fez isso para não me dar de primeira, talvez para fazer uma imagem de boa moça. Pare, né? Para o Pobre-diabo aqui não! Mesmo assim, a noite valeu muito, pois me diverti muito, consegui me sentir menos bosta e ganhei um baita boquete. Nada mal para um beta B escroto, não? 

Guardei o bichão, que neste momento já estava dormindo, e fui indo em direção à casa dela. Fui apertando suas coxas e logo senti umas latejadas e o diabinho querendo acordar de novo. Intimei para irmos para minha casa, porém ela disse que não podia, pois precisava acordar cedo e queria passar a noite com seus pais. Não insisti, até porque ela caprichou no agrado ao little devil e eu estava satisfeito. Conversamos até chegar em sua casa, até que parei o carro na frente. Ela tirou o cinto e já me pegou pelo pescoço para me beijar, deu primeiro um selinho e meio que abriu a boca para dar um beijo de língua, momento em que senti um cheiro de porra nojento, que me embrulhou o estômago. Na hora eu agarrei ela, segurei pelo cabelo e comecei a morder o pescoço dela. Tenho certeza que ela percebeu que eu estava com nojo daquela boca podre. Então eu me despedi, dei mais um selinho e já coloquei as mãos no volante, indiretamente a expulsando de meu santuário de quatro portas, onde rituais de luxúria acontecem.

Eu sei que pareço um adolescente cabaço que fez sexo e fica impressionado, porém quando as coisas dão certo para um beta B depressivo é assim mesmo que acontece. Depois de vários dias de tristeza, estresse e depressão, sair assim, divertir-se e terminar a noite desse jeito não é nada mal. Cheguei em casa, sentei na mesa liguei o notebook e comecei a escrever essa história para vocês, amigos betas. Prometi que hoje eu não atrasaria o post e que não iria beber antes de terminar e acabar bêbado como das outras vezes. Agora mesmo acabei de terminar o post, beberei algumas cervejas que tenho na geladeira antes de dormir, assistindo alguma coisa na TV ou vídeo no PC. Quero destacar aqui como pequenas coisas podem nos fazer feliz e elevar nossa autoestima. Não necessariamente pegar uma mulher seja a solução para os betas, mas qualquer vitória, por mais pequena que possa parecer, é capaz de melhorar mil vez o dia de um pobre-diabo fracassado.  Só o fato de eu sair de casa, sentir-me interessante, conversar e ter um momento agradável com uma fêmea foi o suficiente para que meu dia fosse espetacular. Tenham uma ótima noite e um ótimo fim de semana, camaradas!


Abraço do Pobre-diabo!