sábado, 25 de fevereiro de 2017

Por que eu odeio o Carnaval




Introdução

Se tem uma data festiva que me enoja, esta é o Carnaval. Milhões de animais pessoas vão às ruas pular, sambar (ficar pulando igual umas retardadas), beber, usar drogas, transar e cantar ao som de uma música horrível que chega a me dar dores terríveis na cabeça só de ouvir, música essa chamada Samba. Na verdade, particularmente, eu não chamo Samba de música. Classifico essa aberração musical como ruído.

Falarei sobre as nuances do Carnaval e o porquê eu odiar por completo isso. Os orangotangos esquecem todos os seus problemas pessoais, suas dívidas e brigas, entregando-se completamente nessa festa nojenta. Os brasileiros esquecem de todos os problemas do país, toda a miséria, toda a corrupção, toda a falcatrua e violência, para ficar pulando e bebendo, achando-se os reis do pedaço. Enquanto isso, ricos ficam mais ricos, políticos estão roubando mais, ladrões estão matando e o povo comemorando essa bosta de festa. Que nojo que eu tenho dos símios chamados brasileiros.

A Música (Samba)


Eu sempre fui curioso com música e como era solitário e isolado do mundo, ficava trancado no quarto estudando sozinho notas, escalas musicais, campo harmônico, riffs, tempo, tipos musicais e etc. Desenvolvi um gosto muito grande pelo Metal, mais especificamente da década de 80 e alguns de 90, devido à grande qualidade musical dos vocalistas e guitarristas (baixistas e bateristas são apagados no Metal). Os vocalistas, além de terem nascido com vozes perfeitas, eram pessoas com muita técnica vocal e estudadas em canto lírico. Os guitarristas eram caras com conhecimento ao nível de mestrado em música, muitos tinham o nível de maestros. Aquela gritaria e aqueles sons pesados das guitarras, acompanhados de solos bem feitos, tudo muito bem alinhado me acalmam.

E o samba? Nessa merda de música ruído basta você juntar meia dúzia de vagabundo, que nunca aprenderam nada de música na vida, que não sabem cantar e nem fazer letras de música (muito menos uma boa métrica), dar uns batuques de merda para eles fazerem barulho (eu odeio qualquer tipo de batuque, isso me remete a imagem de gorilas batendo em seus peitos, não sei porquê), um deles toca porcamente um cavaquinho, usando sempre duas ou três notas, com uma batida insuportável, e daí eles ficam falando uma sequência de frases num estilo meio manhoso (sim, eles falam, não cantam), com vozes horríveis e sem precisar de técnica vocal alguma. Se quer me torturar não precisa arrancar minhas unhas com alicate ou me sufocar com uma sacola, basta colocar um fone de ouvido e fazer eu ouvir samba por 3 minutos.

A dança (Samba)


Não sou um beta muito ligado em coisas artísticas, porém sei reconhecer se um tipo de dança é legal ou não. Samba não é legal; é uma merda vezes mil e elevada à décima potência. Para mim parece mais um bando de gente pulando e batendo os pés no chão de uma forma malandra. Parece que estão pisando descalços em um chão pelando de quente, ou tão pisando em vários pregos, por isso que ficam pulando e batendo o pé no chão igual uns loucos. Outra coisa, qualquer retardado que decora os passinhos dessa merda de dança já pode falar por aí que sabe dançar samba, diferente de danças tradicionais que requerem muito treino e uma boa formação. Sem contar que o povo vai para as ruas dançar pelados, como verdadeiros animais, com seus corpos pintados ou com fantasias coloridas ridículas.

Os desfiles das escolas de Samba


Um monte de retardado, gastando horrores em dinheiro com fantasias escrotas e com carros alegóricos cheios de enfeites, tocando uma bosta de música e contando alguma história ou falando sobre determinado assunto, os quais eles chamam de enredo. É o momento em que mulheres aproveitam para exibir seus corpos e não se sentirem mal com isso e nem serem chamadas de vadias, pois aquilo é cultura e não safadeza. Qual o sentido de ficarem desfilando um bando de pessoas com fantasias em blocos, seguidas de carros enfeitados? O que um beta que sofreu a vida inteira com péssimas condições de vida, terríveis bullyings e traumas ganha com isso? Nada!

Para mim é a coisa mais sem graça do mundo assistir essas escolas e depois a competição entre elas. Só de imaginar a quantidade de dinheiro público e privado que é gasto, sem contar que ali deve existir muita lavagem de dinheiro e muito dinheiro de origem criminosa, fico com mais raiva e ânsia desta merda de festa.

A cultura do Carnaval e do Samba


Como o Brasil é um país lixo, todos tentam enaltecer a sua cultura própria, a cultura tupiniquim. Quando leio a história de civilizações, fico encantado com as coisas que já foram desenvolvidas em suas culturas. Por exemplo, quem não fica maravilhado com as histórias dos Samurais, seus códigos de honra, suas armaduras e técnicas? Ou com os cavaleiros da idade média? Ou as artes marciais como o Karatê e Judô, desenvolvidas pelos orientais? Ou, ainda, todas as descobertas científicas vindas de cientistas europeus? Isso sem contar toda a cultura desses países.

E o que nós temos para nos orgulhar desse esgoto sul americano? Nada! Samba não é cultura! A única coisa que o mundo sabe dessa desgraça é que aqui tem o Carnaval, festa em que o povo símio vai às ruas pular pelado e fazer promiscuidades, que tradicionalmente já teve um futebol muito bom, que existe uma cidade chamada Rio de Janeiro e lá tem o Cristo Redentor, que todo brasileiro é espertão e malandro, que todas as mulheres são gostosas e têm a bunda grande (o que é uma grande mentira, pois a maioria é troncuda, gorda e sem bunda. Se 2% das mulheres brasileiras são assim já é muito) que aqui é um lugar extremamente violento e que o Brasil é um país extremamente corrupto. Que orgulho, não?

A mentira sobre as mulheres brasileiras


A mídia mostra aquele Carnaval do RJ, com carros alegóricos, várias pessoas fantasiadas e sempre foca nas mulheres mais gostosas, várias delas rainhas de bateria, modelos e até famosas, todas muito gostosas e com bundas deliciosas, que fazem um pobre-diabo ter ereções violentas ao ponto de quase desmaiar por concentrar todo o sangue em circulação em seu cérebro na região pélvica. Porém isso não reflete a realidade brasileira em que a maioria das mulheres são horrendas, pele feia e manchada, cheias de micose, cabelo ruim e sarará, pança e culotes nojentos, braço gordo, troncudas, tetas tortas, molengas e feias e bunda pequena e com formato horrendo, igual bunda de urso ou de pão d’água, parecendo que o cu engoliu o resto da bunda.

Esse é o momento em que elas se soltam totalmente e cometem muitas depravações, principalmente com alfas e semialfas, sobrando sempre umas tranqueiras para betas também. Nesse período, doenças venéreas são passadas em um número elevadíssimo e sãos os dias em que os homens mais fazem boquetes em outros homens e tomam muito sêmen (indiretamente, pois beijam muitas mulheres, as quais já beijaram e chuparam muitos outros homens). Essas mesmas mulheres safadas e sem limites, que mamam muitas dezenas de picas e sentam em pintos de todos os tipos, são as mesmas que serão as santinhas honradas, as quais os betas se apaixonarão, casarão e terão filhos horrorosos, pois haverá a mistura da genética pútrida do beta com a genética feia e nojenta da mulher.

Como será o Carnaval de um Pobre-diabo?


A única coisa boa do Carnaval é que eu ganharei folga do trabalho. Quero dormir bastante, beber uma boa cerveja, de repente sair com algum amigo beta que também odeia Carnaval e falar mal do Brasil, da política, dos símios brasileiros, das mulheres e etc, quem sabe arrumar alguma vagina para penetrar, nem que seja nível c, ou pagar pelos serviços de alguma gostosa, assistir séries e afiar o meu inglês, assistir documentários (sou meio nerd e adoro isso), jogar alguns games e ler algo legal.

Conclusão

Nos dias de Carnaval os orangotangos brasileiros simplesmente esquecem que são pobres e fudidos pelo governo. Os símios brasilóides esquecem da corrupção, ladroagem e violência que assolam o país. Se endividam ainda mais com viagens, bebidas, fantasias e ingressos para a Sapucaí, só aumentando ainda mais a sua condição de pobreza mental, financeira e espiritual.

Os animais esquecem o que aconteceu na Operação Lava-jato, sobre os massacres nas cadeias (sim, eu gostei do que aconteceu), sobre o clima de guerra civil no Espírito Santo, sobre o funcionalismo público tomando no meio do cuzão (que eu adorei ver também, pois essa escória que fode o país). Nada mais importa, pois os excrementos humanos, que em vez de cérebros possuem fezes na cabeça, só querem saber de sambar e pular feito macacos, dizendo que é necessário valorizar a cultura e tradição brasileiras (cultura? Queria cuspir na cara de alguém que afirmasse isso).

É um período em que pessoas usam drogas e bebem até ter coma alcoólico, mulheres cometem promiscuidades terríveis, doenças venéreas se espalham como epidemias, mulheres engravidam de desconhecidos, homens bebem muito sêmen por tabela beijando mulheres que já beijaram e chuparam muitos outros caras, criminosos roubam e matam pessoas e etc. Sim, ao invés de ficar na rua pulando no meio de um monte de símios favelados e fedidos eu prefiro ficar na tranquilidade e conforto da minha casa, fechado em meu mundinho, pois sou introvertido e prefiro me fechar em mim mesmo e desenvolver meu intelectual a ficar pulando igual um macaco na rua ao som de batuques e ruídos irritantes.


Abraço do Pobre-diabo!


Obs.:
- Divulgo aqui a Política diabística do blog, a qual não permite terrorismos, assuntos criminosos e a divulgação mal-educada de outros blogs/sites sem solicitar autorização. É questão de respeito e educação! Sejamos civilizados.
- Para quem não viu, temos um parceiro novo do blog, a quem eu rendo minhas homenagens. Seu nome é Secretário do Inferno e ele fará um resumo de todos os comentários, visto a enorme quantidade destes e a dificuldade de leitura de todos.
- Um amigo do blog vem procurando criar chans e chat para betas. O que acham? Eu sou contra chans, pois a maioria reúne terroristas e betas sem noção, que por utilizarem VPNs se sentem livres para comentar terrorismos e ilicitudes, porém chat eu coloco em votação para os betas decidirem se aprovam ou não isso.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

O prazo de validade curto das mulheres


Introdução

Mulheres. Esses seres deixam muitos homens completamente loucos, sendo capazes de fazer qualquer coisa por elas. Amolecem até homens durões, que perto delas parecem ser crianças dengosa ou até mulherzinhas, fazendo brincadeirinhas infantis ridículas. Homens se humilham e até se matam por esses seres. O que elas têm de tão especial assim? A beleza? O jeito? A doçura? O corpo? Ou apenas orifícios gostosos de serem penetrados? Um beta em desenvolvimento deve sempre pensar primeiramente em si mesmo e as olhar como a última opção citada.

Vemos muitos exemplos de mulheres fatais, mulheres gostosas que só de passar arrancam suspiros - e ereções - dos homens em geral. Um rosto bonito, seios empinados e uma bunda minimamente gostosa tem tanto poder assim sobre os homens? Sim, tem muito poder! Só ver a quantidade de homens poderosos que dedicam suas fortunas e seu sucesso para ter ao lado mulheres que na vida não tem absolutamente nada, senão apenas o seu próprio corpo; nem um intelectual minimamente desenvolvido possuem. Entretanto, o instinto delas é animalesco e egoísta, pensando somente no que estes homens podem oferecer. Eles, por sua vez, perdem fortunas e a paz, caindo sempre na mesma armadilha. O manginismo misturado com a carência e tesão destroem o homem.

Entretanto, esse poder das mulheres não é ilimitado. Existem um grande vilão que elas não conseguem enganar e nem vencê-lo. Ele suga todas as suas energias, graciosidade, brilho e beleza, deixando-as tão secas, fracas e sem-graça ao ponto de algumas sentirem na pele o que é ser um betas possuidor do gene dominante do excrementismo em seu DNA. Esse vilão se chama "tempo". Outrora poderosas e deliciosas, em questão de poucos anos elas definham e perdem toda sua atratividade jovial. Após os 30 anos de idade a beleza delas decai de forma exponencial. Na verdade a partir dos 25 anos já há uma acelerada no fenômeno do baranguismo, reduzindo suas barganhas em um nível estratosférico. É sobre essa batalha entre a mulher e o tempo que se inclina este post e onde o beta entra nessa história toda.

Pré-adolescência

Nesta fase, que vai dos 10 aos 13 anos, começam-se a verificar mais intensamente os sinais de poderio das mulheres sobre os homens, em especial os manginas. A mudança no corpo começa a atrair os meninos da mesma idade e até mais velhos. A partir daí os garotos passam a fazer papéis ridículo para ter a atenção delas e alfas/semialfas humilham betas para demonstrarem poder e, consequentemente, ganhar esta atenção. Toda a beleza jovial e a graciosidade delas encanta qualquer menino/homem. Nesta fase, betinhas já são escrachados e vistos como merdas ambulantes perante elas, as quais só têm olhos para alfas/semialfas.

Adolescência

Dizem que a adolescência vai da idade de 12 a 17 anos, 11 meses e 29 dias. Aqui, para questão de organização, consideraremos dos 14 aos 17. Nesta fase elas amadurecem mais e ficam com corpo de mulher. A pele lisinha e nova deixa os homens encantados. Os seios e bunda são durinhos, mexendo com as emoções dos jovens, que andam com os pintos assados de tanto bater punheta pensando nelas. O jeitinho inocente e ao mesmo tempo safado intriga os homens. Nessa idade elas têm muitas dezenas de admiradores, verdadeiros manginas implorando pela atenção delas. As redes sociais bombam. Nos celulares chovem de mensagens, das quais a maioria elas só respondem monossilábicamente, dando atenção apenas para alfas e semialfas. Betas nessa idade são violentamente espancados emocionalmente e terrivelmente estuprados sentimentalmente por elas. São torturados tendo que as ver se agarrando com alfas e semialfas, incluindo maloqueiros, falastrões, malandrões e safados. Ela sentem necessidade de curtir a vida. Nessas idades elas já beijam e transam com dezenas de caras, procurando sempre os mais alfas, enquanto betas nunca beijaram uma mulher sequer, a não ser suas mães e avós no rosto.

Juventude

Consideraremos juventude como sendo dos 18 aos 24 anos. Nesta fase está o auge da beleza das mulheres. A pele é bem elástica e hidratada. Peitos e bunda são gostosos e durinhos. O rosto ainda é jovial e bonito. Os homens de todas as faixas etárias adoram esse grupo de mulheres. Nesta fase elas mudam um pouco. Há aqui o aumento da percepção delas quanto a importância de seus futuros, aflorando seus instintos animais a procura de machos com potencial provedor. Ainda está presente a questão da eugenia, ou busca por alfismo, entretanto elas necessitam de demonstrações maiores de barganha e poder para dar alguma chance. Nesta fase, estes seres procuram se relacionar com machos potenciais, porém, por outro lado, sentem uma necessidade grande de curtir a vida e aqui é que elas se soltam mais e procuram sentir todos os prazos possíveis. Assim, enquanto procuram por um potencial, elas se divertem pulando, sentando e se esfregando em muitos órgãos sexuais masculinos veiúdos e duros. Abocanham e se lambuzam em muitos cacetes. Vivem em bares, baladas, festas e haves, beijando dezenas ou até centenas de homens, transam na saída, e tomam sêmen adoidadamente. Enquanto isso, betas estão solitários, tristes por não ter destaque algum social, por ser virgens ou semi-virgens, tendo que se acabar na bronha assistindo aquele site que começa com a letra X...

Fase adulta I

Na visão diabística, a fase adulta I começa aos 25 e vai aos 29. Nesta fase o instinto fala mais alto. Elas começam a pensar menos em alfismo físico e mais no utilitarismo, em especial o quanto de dinheiro o cara tem e o conforto que ele pode proporcionar. Antes de olhar para o cara, elas olham o carro, emprego, casa e qualquer outro bem que lhe garanta um bom poder de barganha. Elas começam a sentir os efeitos da idade de forma mais intensa. Aparecem mais celulites, mais gordurinhas acumulam na região abdominal, costas e braços, e vão ficando mais flácidas. Os peitos e bunda começam a cair e ficam mais molengas. No rosto começam a aparecer pequenas rugas. É claro que bem cuidadas, bem vestidas e maquiadas  ainda aparentam possuir certeza jovialidade (não tanto quanto as de 20 anos). Nesta fase muitas já têm filhos, potencializando o efeito da baranguisse, murchando peitos, bunda e criando pança. Querem a todo custo um relacionamento e não saem dando fácil por aí apenas por prazer. Até dão fácil, mas para um cara que elas consideram um potencial pretendente, fazendo isso para "os segurar". A está altura já estão bastante usadas, tendo experimentado pênis de todos os tipos, cores, gostos, comprimento, espessura e diâmetro. São um pouco mais fáceis para os bestas relacionarem, desde que estes tenham uma barganha superior à delas. Se elas têm filhos, a barganha necessária diminui ainda mais, fazendo que muitos betas se relacionei e casem com elas.

Fase adulta II

Essa idade vai dos 30 aos 36 anos. As mulheres já estão muito usadas. Várias são divorciados e a maioria têm filhos. A pele já perdeu muito de sua elasticidade, está seca e as rugas estão muito mais presentes. As gorduras localizadas, celulite, estria e flacidez são mais frequentes. Peitos e bunda já estão bem caídos e flácidos. Já não são engraçadinhas como as jovens e o seu brilho já se foi. Só ficam com corpo ainda gostoso com muita malhação, cirurgia plástica e anabolizantes. Estando solteiras elas só querem um macho para fazer seu papel de provedor. Nesta fase, elas já estão bem mais fáceis para os betas, em especial se possuir uma boa grana. É incrível ver como betas têm poder de barganha aqui. Elas estão desesperadas para arrumar um macho para bancar elas, podendo ser gordo, magro ou feio, apenas tem que ter uma condição razoável de vida. O sexo com elas já é mais fácil de se fazer. Se forem muito feias aceitam até betas zoadões e fodidas na vida. São mais queridas a tratam bem betas potenciais.

Fase adulta III

Essa fase vai dos 37 aos 44 e é a idade limite para as mulheres. Os corpos já estão bem estragados. Peitos caídos e moles, bunda caída, mole, toda furada e feia, tem pancinha e o rosto já está um maracujá. De roupa são mais bonitas que sem. É a idade limite para se transar com elas e ainda sem vontade. O poder de barganha delas acabou. Nessa idade elas são loucas por betas jovens bem resolvidos e acredite: muitos casam e assumem essas velhas. Quase todas têm filhos. Como elas não têm mais brilho e barganha, são mais humildes e não tratam betas com tanto asco como as mais jovens e fornecem mais sexo para eles. Quando solteiras são atenciosas para com betas, pois os alfas/semialfas querem distância delas. Muitos betas assumem essas mulheres, mesmo elas tendo filhos.

Velharia

A partir dos 45 já é considerada velharia na visão diabística de mundo. São horríveis de se olhar nuas. Os peitos são muito murchos, cheios de estrias e flácido, tendo mamilos velhos e feios. A bunda é extremamente mole, flácida e cheia de celulite, apresentando verduras crateras. A barriga é toda murcha ou com pança nojenta de gordura. O rosto está muito enrugado, a ponto de dar verdadeiros sustos em betas. Quando solteiras não requem esforço nenhum dos betas, na verdade elas que correm atrás, pois ninguém quer usar os seus corpos. Elas nessa idade já perderam toda a sua barganha perante os homens.

CONCLUSÃO

As mulheres têm um prazo de validade muito rápido. O auge delas é até os 24 anos, que é o período em que elas mais aprontam e fazem muito sexo com alfas e semialfas. Depois disso o corpo delas começa a decair em uma velocidade muito rápida. É depois dessa idade que a maioria dos betas assumem essas mulheres, os quais tentam esquecer o passado negro delas, imaginando que elas viram pouco pintos na vida delas, quando na verdade elas já viram, pegaram, chuparam, engoliram e sentaram em varas de todos os tipos. As mulheres buscam sempre um potencial provedor e isso se acentuada quanto mais a idade for se elevando, sobrando esse papel para os betas, pois enquanto elas eram novinhas era só de alfas e semialfas que elas queriam saber. 

Percebam que enquanto o auge delas é nas idades mais jovens e está relacionado apenas com a beleza, para os betas o auge acontece bem depois e vem com o tempo, experiência e principalmente com o dinheiro. Um beta com 35 anos e cheio da grana aproveita muito mais a vida que um beta jovem, mas sem um puta centavo no bolso. Nesta idade betas viram muito atrativos para mulheres com a beleza em declínio e até com mulheres até seus 25 anos que procuram um relacionamento sério com certa provisão masculina. Você acha que vale a pena o beta se esforçar tanto na vida para quando ele se desenvolver se relacionar com essas diabas e perder tudo o que tem em troca de nada? 

Veja que depois dos 30 anos a barganha delas se reduz assustadoramente e elas, que outrora não queriam saber de betas e vomitavam ao vê-los, agora fazem de tudo para ter um. Estes otarios, por sua vez, assumem elas e gastam muito dinheiro sem ganhar nada em troca, pois nem sexo elas fazem com estes betas manginas direito, pensando somente no seu próprio conforto e no conforto dos filhos que tiveram de outros machos. Não caia na armadilha delas!


Abraço do Pobre-diabo! 

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Os Manuais de Sedução (PUA)



Devido ao amadurecimento normal da idade e ao contexto em que vivem adolescentes e jovens, é normal que queiram conhecer o sexo oposto de uma forma mais intensa, pois ainda é uma novidade (e ainda é para alguns betas adultos que pela maldição do destino foram condenados a ser eternos virjões). Pois bem, com esse pobre-diabo não foi nada diferente. Eu olhava as meninas e sentia uma vontade imensa de ser notado por elas. Quando eu via elas andando com outros caras eu sentia uma inveja enorme; quando estavam ficando ou namorando eu ficava com muita raiva de mim, porque sentia que nunca iria chamar a atenção de ninguém e que até um cachorro sarnento fedido seria mais atrativo de olhar do que eu.

Como eu sempre fui um cara extremamente introvertido e tímido, passava a imagem de ser sempre um perdedor e sem graça, entretanto desenvolvi uma capacidade imensa de observação e reflexão, assim eu percebia como os caras eram e agiam, o jeito deles, confiança, roupas, as piadas, a aparência e etc., comparando esses pontos com o jeito que eu era: calado, bundão, fracassado, feio, brega, tosco, fraco, sem graça e 100% cabaço. Era óbvio que elas iriam se atrair por eles e jamais por mim, esse estrume de pernas e braços. Isso é algo extremamente normal. Acontece na adolescência e se estende para a vida adulta. 

O que acontece é que antes, como ainda são jovens e não tem poder financeiro para demonstrar, o que chama a atenção delas é a aparência e o jeito de alfa, por isso muitas daquelas meninas se apaixonavam por aqueles caras valentes e fodões da escola e até os repetentes, maloqueiros e marginais (esses nunca estavam sozinhos, além de terem vários amigos sempre namoravam uma ninfetinha gostosa); esses vagabundos passavam uma imagem de poder para elas, o que um betinha B escolar nunca conseguiria fazer. Quando passam para a vida adulta, elas ainda procuram os mesmos elementos alfísticos, quais sejam poder e aparência alfa, porém agora eles mudam seus aspectos, amadurecem e ficam bem definidos. O poder se resumirá em dinheiro (o mais importante), trejeitos e social alfas, que juntamente com atitudes alfísticas e à beleza completarão o pacote atrativo para elas.

Pois bem, ainda jovem, quando estava louco para ser notado e vivia triste em casa ouvindo músicas depressivas me sentindo um bosta, eu queria ser como aqueles caras. Queria ser especial para alguém, ter amigos e acesso às mulheres. Eis que comecei a ler os famosos manuais de sedução, que infestam a internet hoje em dia, vendendo vários cursos para homens otários desesperados. “Como atrair as mulheres”, “como ser sedutor”, “como conquistar as mulheres”, “como beijar aquela garota linda”, etc etc etc. Nestes manuais eles ensinavam a forma que você deveria se vestir, ser e como deveria agir perante elas.

A lição principal desses manuais (conhecidos como PUAs hoje em dia) era que você deveria ser sempre MISTERIOSO e demonstrar atitude de poder e liderança. Perceba que todos falam dessa atitude de mistérios e afirmam que isso deixa elas loucas e com uma vontade imensa de transar com você (e acredite que muitos betas levam isso a sério). A proposta deles é de uma forma ou outra mexer com o cérebro das mulheres, como se fosse uma hipnose e fazer com que você, mesmo sendo um beta tosco, seduza elas, mexendo com estímulos visuais e auditivos delas. Vamos para alguns ensinamentos desses manuais e os devidos comentários diabísticos os refutando (no caso de betas):

- Não faça caras e bocas, demonstre um visual sereno e charmoso
Pense em um beta com a cara do Cerveró, do Batoré ou do Eneas. Pense eles fazendo um olhar de charme, estilo o do ator do 007. Com certeza ele irá conquistar as mulheres mais lindas e gostosas do mundo. Acho que se o Cerveró dar uma piscadinha com aquele olho que fica bem embaixo do outro ele molha qualquer calcinha.

Responda tudo vagamente para aumentar o mistério
- Oi, você trabalha de que?
–Em uma empresa de automação.
–O que você faz lá?
–Desenvolvo o marketing da empresa.
–Sério? Quais são suas estratégias de marketing?
–A divulgação da empresa diretamente ao consumidor, acredito que o olho no olho é muito eficaz.
Legal! E como você desenvolve esse trabalho?
–Eu entrego panfletos no semáforo.

Do que adianta ser misterioso se o beta não tem nada a oferecer e é um bosta? Você só será atrativo se demonstrar algo foda, ter muito dinheiro, ter uma vida foda etc. Do contrário você é só mais um merda entregador de panfletos, proibido pelos deuses de usar seu órgão genital.

Não ficar falando de si mesmo, pois demonstra insegurança e que quer impressionar
Ok, e o que o beta vai falar então seu filho da puta? O desgraçado não tem vivência nenhuma, não chama a atenção em nada, é sem graça e tímido. Que tal: ontem joguei Resident Evil, pense em uns zumbis bizarros! óbvio que se ele falar isso vai demonstrar o quanto é um merdão. Ou seja, se ele não falar de si mesmo e de suas experiências vai ficar um silêncio de velório no diálogo.

Não demonstrar seus sentimentos ou emoções, pois fazem você parecer fraco
O beta talvez não irá agir como um bunda mole chorão, porém o beta é previsível e facilmente demonstra ser fraco e sem confiança. É algo inerente a ele.

Faça com que elas sintam curiosidade sobre você
O que o beta pode fazer para elas sentirem curiosidade? Falar de sua vida de beta, que se constituiu de sofrimento e humilhações? Falar do incrível programa do seu fim de semana que foi ficar em casa jogando vídeo game e batendo punheta? Falar do seu incrível trabalho de ficar o dia inteiro atrás de um computador? Elas só ficarão curiosas se ele for um mentiroso inventando ter uma vida incrível, o que é mentiram, pois a vida de beta é mais chata do que uma partida de Bocha.

- Não demonstre suas intenções logo de cara, seja misterioso
O beta querendo parecer misterioso vai só mostrar o quanto ele é um idiota para qualquer mulher. Nunca será atrativo demonstrando ser misterioso. E parece óbvio que o beta não vai chegar logo de cara falando que quer transar, até porque é a última coisa que elas irão querer com betas fedidos.

- Não permita que ela entre muito na sua intimidade.
E o que o beta vai fazer? Se distanciar, fazendo com que ela corra atrás dele desesperadamente? Elas fazem isso com alfas poderosos e não com betas toscos, os quais elas sentem uma forte repulsa e nojo.

- Não fale do seu passado, seja misterioso
E o que o beta vai falar então? De vídeo game? De viagens que ele nunca fez? De assuntos engraçados se ele é um completo sem graça? Beta misterioso só fica com cara de mais idiota ainda.

- Não elogie ela, pois ela se sentirá melhor que você
Isso é algo que o beta deve evitar mesmo, pois a maioria já recebe elogios diariamente e não precisa o beta reafirmar ainda mais, sem contar que a recíproca não irá acontecer, pois o beta é um tosco ambulante. Imagine: – Você é muito linda, uma gata! – Obrigada! E você é legalzinho até.

- Deixem que elas falem
O beta não é interessante ao ponto de elas quiserem que ele saiba da vida dela. Se o beta não falar nada vai ficar aquele silêncio chato e demonstrar como ele é chato, patético e uma companhia de merda.

- Não corra atrás e não ligue
Se o beta não correr atrás e não ligar ela nem vai lembrar que ele existe, pois o beta é invisível e insignificante por natureza. Até chupar um sorvete ou dormir é mais interessante que conversar com um beta.

- Não fique agradando o tempo todo dando presentes
Isso é algo que betas fazem muito. Como o acesso às vaginas é muito escasso para betas, quando eles conseguem uma ficam desesperados querendo agradar a todo instante, levando em restaurantes caros e dando presentes o tempo todo. Isso o beta deve evitar sim.

- Tenha atitude, não deixe ela decidir as coisas
Até concordo que o beta não deve parecer um bundão, pois ele já é um repelente por natureza, assim deve evitar atitudes que o faça ser ainda mais. Porém é nítido que betas são sem graça e tudo o que decidirem vai ser chato. É melhor conversar e ver o que será melhor e não sair tomando atitudes que só estragarão tudo. Se deixar o beta é capaz de chamar a mulher para jogar video game com ele.

- Impressione
Impressionar como? Dizendo que tenho um Gol ou um Celta? Dizendo que só viajei para a cidade vizinha? Que ganhei um campeonato de CS online? Betas não impressionam em bosta nenhuma porque eles não tem nada que chame a atenção.

- Tenha amigos e amigas. Seja um líder entre eles
O beta é solitário e só tem amigos toscos. Se ela ver os amigos escrotos do beta vai ter certeza que ele é um bosta mais fracassado ainda. Imagine ela vendo uma concentração de Betas A, B, C e D? Seria terrível. Liderança não faz parte do dicionário de betas.

- Tenha um visual mais descolado. Usar relógio moderno e correntinha no pescoço ajudam.
Beta descolado? Qualquer tentativa do beta de ser descolado vai parecer que ele é mais tosco ainda. Imitar pessoas que são alfas é ridículo, só demonstra o quanto o beta é burro. O beta já traz uma carga enorme de betice com ele, não será uma roupa ou acessório que mudará isso. Quanto menos exibido e tosco o beta parecer, melhor.

- Seja cara-de-pau e não tenha medo delas
Isso beta, fale mesmo. Não se esqueça que ela te acha um bosta, você querendo parecer fodão só vai parecer mais escroto ainda para ela. Ser cara de pau só funciona para quem tem bastante barganha perante a mulher, demonstrando que pode fazer o que quiser, que ainda a mulher estará afim, o que não é o caso dos betas, que além de não ter barganhas são bundões natos.

- Não fale de sexo na cara dura, fale de forma indireta e quando estiver na hora
Não fale bosta nenhuma que você vai fazer merda e ainda ser denunciado por assédio sexual. Vai conversando de boa e se ela deu brecha e falou algo vai indo devagar. Se ela deu espaço, tente transar já na primeira.


CONCLUSÃO:

Ora, é até ridículo imaginar um beta B, com cara de cu arregaçado cagando e sorriso do Batoré, usar técnicas de sedução e sair por aí conquistando corações e afinando o pinto de tanto transar. Um beta tímido, que não sabe se expressar em público, desengonçado achar que é um Don Juan é ridículo. Isso não existe para betas. Tais atitudes só funcionam para quem tem no mínimo um pequeno grau de alfismo e que demonstre um certo poder financeiro, assim atrairá a atenção delas. Se você é um beta feioso, gordo ou magrelo e pobre nem adianta ficar lendo essas merdas. O famoso MISTÉRIO que eles tanto falam só vai acontecer se a fêmea antes de tudo já te olhar e ver um incrível potencial, o que não acontece, pois a única coisa que elas veem em betas é fracasso e automaticamente sentem um asco enorme.
 
Resumindo, esses manuais funcionam se você tem alguma barganha e se é atrativo. A mulher só irá querer desvendar os mistérios de um cara cheio de barganha, tipo um cara bonito, descolado e com poder financeiro razoável. Ela não irá querer desvendar os mistérios de um beta feio, pobre e tosco.


Abraço do Pobre-diabo